44ª Assembleia Diocesana de Pastoral

Santa Dulce dos Pobres
11 de outubro de 2019
Palavra do Bispo:
11 de outubro de 2019

44ª Assembleia Diocesana de Pastoral

Veja o que aconteceu no segundo dia da 44ª Assembleia Diocesana de Pastoral

Os trabalhos do segundo dia da 44ª Assembleia Diocesana de Pastoral começaram às 7h da manhã. Após a oração inicial, o padre Everton James Klapouch, coordenador diocesano de pastoral, fez uma apresentação das atividades que foram desenvolvidas envolvendo as 65 paróquias e mais de 400 comunidades dos 18 municípios que pertencem à Diocese de Joinville. Ao todo, foram mais de 500 ações evangelizadoras entre os anos de 2017 e 2019. Foram citadas por exemplo, as ordenações sacerdotais e de diáconos, realização da Romaria do Trabalhador, Festival Nacional de Dança Sacra, caminhada em Defesa da Vida, concentrações diocesanas de Pentecostes, Pastoral do Dízimo, Ministros Auxiliares da Comunidade (MAC) e Apostolado da Oração. Além de atividades voltadas para a juventude. No dia anterior, o assessor vocacional e reitor do Seminário teológico de Florianópolis, padre Vânio da Silva, falou sobre a Pastoral Urbana.
Confira a cobertura da noite de abertura da assembleia aqui.
Clique aqui para ver todas as fotos deste segundo dia de Assembleia Diocesana.
Os responsáveis pelas quatro pastorais eleitas anteriormente como prioritárias na Diocese de Joinville fizeram um balanço das ações de evangelização que foram desenvolvidas e apresentaram objetivos a serem colocados em prática a partir de 2020.

Pastoral Vocacional

A Pastoral Vocacional fez o atendimento e acompanhamento de meninos e rapazes que desejam seguir o sacerdócio, utilizou os meios de comunicação para apresentar os trabalhos, eventos e missões e para divulgar e compartilhar as ações evangelizadoras com foco no tema: “Cada comunidade uma nova vocação”. Para 2020, o objetivo é intensificar o atendimento personalizado para jovens e famílias, continuar o acompanhamento das equipes do Serviço de Animação Vocacional (SAV) e elaborar ações concretas para os anos de 2021 a 2023, além de aumentar a colaboração com outras pastorais. A apresentação foi feita pelo padre Ivan Lopes, promotor vocacional da diocese.

Iniciação à Vida Cristã

A coordenadora Diocesana da Catequese, irmã Terezinha Mocellin, explicou sobre o trabalho desenvolvido e enfatizou que a iniciação à vida cristã precisa ser feita desde o útero materno. Também falou sobre os documentos desenvolvidos para servir como um guia para a organização da catequese. A religiosa evidenciou as iniciativas animadoras que foram colocadas em prática nos últimos anos como a organização, formação e empenho de catequistas que são apoiados e incentivados por padres. A irmã destacou, inclusive, a formação para pais e padrinhos, a visitação às famílias, realização de encontros diocesanos e comarcais, a catequese do batismo - cada vez mais assumida na diocese - e o trabalho de paróquias que a cada dia se esforçam para mostrar aos fiéis que a catequese não se encerra com o recebimento de cada sacramento, mas que promove a unidade entre o anúncio da Palavra, a celebração dos sacramentos e a vivência da fé. Um dos objetivos para 2020 é fazer esforços para aprofundar na prática a relação entre catequese e liturgia.

Pastoral do Dízimo

Segundo o padre Adailton Miorin, assessor eclesiástico da Pastoral do Dízimo, 2019 foi o ano marcado pelas mobilizações e ações do dízimo executadas em cada paróquia e comunidade. Como no dia 14 de setembro a pastoral realizou a assembleia diocesana, o sacerdote aproveitou a oportunidade para apresentar as ações para os anos de 2020 a 2022. O objetivo é fortalecer o trabalho evangelizador da pastoral, implantar uma equipe que vai atender as demandas e necessidades de orientação dos coordenadores comarcais e paroquiais quando forem promovidos eventos de formação. Além disso, ficou definido que setembro será na Diocese de Joinville o mês do dízimo. A ideia para o triênio é realizar em 2020 uma concentração diocesana, em 2021 o evento seja a nível de comarca e em 2022 seja realizado em cada paróquia. Outra proposta é a produção de materiais gráficos com subsídio de orientação, informação e formação.

Grupos Bíblicos de Reflexão

Marcelo Junior que é coordenador Diocesano dos Grupos Bíblicos de Reflexão (GBR) falou que este serviço é a “Igreja em saída” e espaço de acolhidas para pessoas de todas as idades. Atualmente são mais de 2.300 grupos bíblicos na Diocese de Joinville e para 2020 o objetivo é desenvolver ações para incentivar a leitura orante da Bíblia. Além disso, organizar formação para animadores nas comunidades e trabalhar os GBRs como pequenas comunidades missionárias. Outro ponto discutido foi a necessidade de motivar a participação nos grupos em conjunto com a catequese de iniciação à vida cristã.

Votação: Celebração do Dia do Trabalhador

O padre Everton colocou em votação propostas de mudanças para as celebrações do Dia do Trabalhador. Houve alteração no nome de "Romaria Diocesana do Trabalhador" para “Celebração Diocesana de São José Operário e 18ª Romaria do Trabalhador”. Também foi aprovada a alteração de horários. A previsão é iniciar a caminhada de madrugada (saindo da paróquia Santa Luzia, no Paranaguamirim, indo até o Santuário Senhor Bom Jesus de Araquari) e terminar ainda pela manhã. O objetivo é conciliar a Romaria com festividades da cidade de Araquari e também com as festas do trabalhador oferecida pelas empresas, para que assim os fiéis possam participar dos eventos sem deixar de participar da romaria.
45ª Assembleia Diocesana de Pastoral será em um único dia
Foi aprovado por unanimidade que a próxima edição da assembleia seja realizada em apenas um dia. A data está marcada para o dia 19 de setembro de 2020. A ideia é facilitar a vinda para membros de comarcas de fora de Joinville, que não terão de enfrentar trânsito, nem se preocupar com a estadia.
Fortalecimento dos conselhos de pastorais
Dom Francisco comentou que é preciso de um conselho de Pastoral forte e ir ao encontro de quem se afastou da Igreja. Segundo o bispo, é uma exigência de uma Igreja em saída assumir a missionariedade. Dom Francisco apresentou um projeto em três etapas para fortalecer os conselhos de pastorais, que consiste em: 1) formação técnica, 2) administração e economia, 3) espiritualidade. O objetivo é que a formação técnica inicie no próximo ano e, se necessário, estenda-se até 2021. Segundo o bispo, os assessores dessa trajetória serão os membros do Grupos de Reflexão Pastoral (GRP).
Dom Francisco também aproveitou para repassar algumas orientações para a diocese, como por exemplo, mostrar as convicções da Igreja Católica, sem incitar ódio, deboche ou menosprezo; usar o Santíssimo nos retiros apenas nos momentos de adoração; aplicação do motu proprio do Papa Francisco sobre a criação de ouvidoria para casos de abusos sexuais de qualquer tipo; e reapresentou algumas determinações para a realização do Cerco de Jericó.
1) Não se realiza o Cerco de Jericó na Quaresma e no Advento;
2) A procissão com o Ssmo. deve ser feita antes ou após a celebração da Santa Missa;
3) Em cada dia, o percurso da procissão deve se limitar a apenas uma volta pela igreja;
4) O Ssmo. só pode ser conduzido pelo ministro ordenado;
5) A arca não pode ser utilizada na procissão do Ssmo. Ela é apenas elemento decorativo;
6) Embora o evento privilegie 24 horas de adoração, os horários podem ser flexibilizados, principalmente na madrugada, em razão da segurança;
7) Observar as normas litúrgicas;
8) Respeito ao espaço celebrativo do presbitério sem tirar a centralidade e visibilidade do altar;
9) Analisar com antecedência os testemunhos das graças alcançadas e evitar orações e testemunhos prolongados;
10) As decorações devem privilegiar o centro da liturgia e nunca chamar a atenção para si mesmas.

Crescimento urbano

O padre Fernando, ecônomo da diocese, alertou sobre a necessidade da presença da Igreja em locais com explosão de crescimento urbano. Um exemplo é a cidade de Araquari. Foram constatados um total de 7.215 novos lotes na região no próximo período. Considerando três pessoas por residência, haverá cerca de 21.645 pessoas morando no local.

Cronograma 2019 e 2020

Durante a assembleia, o padre Everton repassou o cronograma com os eventos da diocese para o final de 2019 e para o próximo ano. As datas serão disponibilizadas no site durante a semana.
Clique aqui para acessar o cronograma diocesano para 2020.
Clique aqui para acessar os materiais apresentados durante a assembleia.
Fotógrafo: Eduardo Schmitz
Fonte: Viviane Antunes e Tatiane Sabatke / Comunicação