Esta ginecologista tem 92 anos e ajudou 7.642 crianças a nascer

Há 16 anos, São João Paulo II criou Cardeal o agora Papa Francisco
21 de fevereiro de 2017
Ratzinger: coletânea de textos inéditos pelos 90 anos
11 de abril de 2017

A ginecologista italiana Maria Pollacci bateu um recorde muito especial, pois ajudou 7.642 crianças a nascer e ainda hoje, depois de 72 anos de carreira e apesar de ter 92 anos, continua recebendo os recém-nascidos que vêm ao mundo em Padavena, uma pequena cidade no norte da Itália.

A doutora Pollacci considera que o seu trabalho é o “mais bonito do mundo” e acredita que esta é uma verdadeira “missão”.

“É uma atividade que deve ser realizada com amor, bondade e capacidade. Quando estou diante de um bebê não estou trabalhando. Estou amando. É necessário amor, paixão e profissionalismo para ser obstetra”, declarou.

Maria Pollacci ainda recorda o seu primeiro dia de trabalho em 3 de setembro de 1945 e o nome da criança que ajudou a nascer. Seu nome era Francesco e atualmente tem 72 anos.

“Encontrei novamente com ele quando tinha 25 anos. Francesco estava em Lama Mocogno, uma cidade na província de Modena (Itália), onde eu nasci. Estávamos em uma festa e as pessoas estavam dançando. Um rapaz bonito se aproximou de mim e disse: Poderia ter a honra de dançar com a pessoa que me ajudou a nascer? Desde então, nos encontramos a cada ano”.

“De vez em quando, também vêm à minha casa meninos e meninas que eu ajudei a nascer. Eu fico muito comovida quando me dizem que sou a sua segunda mãe”, recorda. O jornal espanhol ABC recolheu as declarações da Doutora Pollacci durante uma homenagem a sua carreira profissional no famoso Festival de Música de Sanremo.

O último parto que realizou foi no final do mês de janeiro, na cidade de Padavena, na província de Belluno, no norte da Itália, onde vive e trabalha.

Fonte ACI Digital